Como os polos de ensino superior EAD cresceram 133% em apenas um ano

MEC facilita abertura de cursos EaD e prevê uso em ‘situações emergenciais’ na educação básica
5 de dezembro de 2018
Exibir tudo

Como os polos de ensino superior EAD cresceram 133% em apenas um ano

Em apenas um ano, a quantidade de polos EAD no Brasil mais que dobrou. Entre maio de 2017 e maio de 2018, a oferta saltou de 6.583 para 15.394, de acordo com o Ministério da Educação (MEC). O aumento de 133% é consequência direta do decreto Nº 9.057, de 25 de maio de 2017, que flexibilizou o marco regulatório da modalidade com intuito de elevar a oferta de cursos de ensino superior no país.

Antes da portaria, a modalidade EAD seguia um decreto de 2005. À época, as tecnologias de comunicação e informação ainda eram muito rudimentares quando comparadas às soluções atuais. Nos últimos anos, o surgimento de ferramentas e o próprio interesse de um público mais afeito ao digital facilitaram a popularização do ensino a distância.

Até o ano passado, para que as instituições de ensino superior (IES) credenciassem polos EAD, exigia-se a visita prévia de técnicos do MEC e a IES tinha que oferecer cursos presenciais simultaneamente. Com a derrubada das duas exigências, o decreto deu maior autonomia às instituições – o que explica a rápida expansão da oferta de cursos de graduação e pós-graduação em EAD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *